terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Há Luz na Cidade!


Municipio
Foto retirada das imagens do Google
"Santos da casa não fazem milagres", é o que me lembro de ouvir sempre que visitava um local novo, diferente e que achava lindo, comparando-o à cidade pacata em que cresci, vendo sempre o bom nesses mesmos sítios e deixando as belezas de Évora para trás. Enquanto pequena (bom, lá para os 10/14 anos - já não era assim tão pequena), nunca achei muita piada ao facto de viver numa cidade cheia de monumentos e museus, pois acabava por ser chato e aborrecido para alguém da minha idade. Honestamente, achava uma seca - e nem era por ser no Alentejo e estar calor! Porém, ao longo dos anos fui crescendo e, à medida que os meus interesses começaram a mudar a minha curiosidade e fascinação pelo pequeno território foi aumentando, dando-me a conhecer histórias, cantos e recantos desta tão fantástica cidade onde vivo.

É por isso que hoje estou aqui, e hei-de estar nos próximos meses, para apresentar não só ao país mas também ao mundo aquilo que Évora tem de melhor; para mostrar que vale a pena passar por estes lados. Todos os meses, no último dia do mês, farei um post onde partilharei aquilo que a cidade tem para visitar, eventos especiais que possam haver na Évora Atual, e talvez fale até mesmo da história daquilo que por aqui se passa. Porque a verdade é que nós, Alentejanos, temos a fama de ser lentos, mas quando metemos mãos ao trabalho é para trabalhar a sério, e com a quantidade de história que este sítio tem o que não falta é sobre o que falar! No entanto, prometo tocar apenas nos pontos mais importantes, aqueles que realmente valem a pena.

No fundo, com este novo espaço aqui no blog, quero dar-vos a conhecer Évora para que tenham curiosidade de vir visitar uma das cidades mais históricas e belas deste nosso Portugal. Quero mostrar-vos aquilo que todos aqui temos para dar, e quem sabe, vocês mesmos possam dar a conhecer a outras pessoas aquilo que aprenderam.

E bom, como eu sou mesmo Alentejana e tenho a fama de ser lenta e preguiçosa, vou deixar este post por aqui que já se está a alongar demais, e deixar-vos ir à vossa vida. Estejam atentos, pois no final do próximo mês vou partilhar convosco algo novo, lindo e fascinante que Évora tem para dar. Não percam!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Pelas Ruas de Setúbal

Este mês, tal como em todos os outros, fui a Setúbal e decidi aproveitar para dar um passeio. Tinha imenso tempo livre e por isso levei a minha câmara fotográfica para tirar algumas fotos de algo que me agradasse; deixo aqui algumas delas para vocês verem. Todas as fotos são mais ou menos da mesma zona, as ruas da baixa da cidade, ruas essas que antigamente se enchiam de pessoas todos os dias para irem às compras ou simplesmente passear, hoje em dia - após a abertura do centro comercial Alegro, a baixa já não é o que era, encontrando-se um pouco vazia e com lojas fechadas em na maioria das ruas.









quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

A Culpa É Dela


Culpa

Sempre a amaste, eu sei que sim, e também sei que sempre a amarás, mesmo que ela tenha partido o teu coração em mil pedaços. É inevitável. É inevitável não sentires o teu coração apertado quando vês fotos de outro no seu instagram, é inevitável não deixares as lágrimas magoadas rolarem pela tua face quando as vossas memórias te vêm à cabeça, é inevitável não partires mesas e cadeiras quando a encontras na rua e ela te sorri normalmente, como se nada se tivesse passado.

O que não é inevitável é derrobares-me e dizer-me o quão inútil sou por não ser como ela, é chegares a casa bebado às tantas da madrugada porque não te posso dar aquilo que ela te fez perder, é deixares-me sozinha dias e dias a fio para ires ter com outras com quem nunca vais querer estar. O que não é inevitável, é bateres-me todos os dias antes do jantar, enquanto estás meio atordoado por tê-la visto nos braços de outro que agora a ama como tu um dia amaste, e a quem ela ama mais do que algum dia te amou a ti. Mas amor, tenho que te dizer, a culpa não é minha, muito menos tua; a culpa é dela. A culpa é dela. A culpa é dela, dela, dela. A culpa é dela por não te ter amado o suficiente. A culpa é dela por te ter deixado e partido o teu coração. A culpa é dela. A culpa é dela de tu me tratares assim. E é por isso que eu te perdou, a ti, quem me marca violentamente com o cinto ou que à força faz amor comigo. Eu perdou-te, meu querido, porque te amo. E ao contrário dela, sempre vou amar.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Efeito Mandela, conhecem?




Vigor

Kit-kat ou Kitkat? Luke, I'm your father ou No, I'm your father? Mona Lisa sem expressão ou com um pequeno sorriso? Senhor do Monopólio, com ou sem monóculo?

Nunca fui muito do tipo de pessoa de procurar teorias da conspiração, sou mais daquelas que senta e ouve os outros a falar e a apresentar provas; no entanto, esta teoria em especial fez-me dar voltas à cabeça. Mandela Effect, ou teoria do efeito Mandela, é uma das coisas mais estranhas que eu já vi e, por muito irrealista que possa parecer, acredito nela.

Já alguma vez vos aconteceu lembrarem-se de algo e depois descobrir que isso nunca foi assim ou que nunca existiu? Como o facto de que Kit-kat nunca foi realmente Kit-kat mas sim Kitkat? Quer dizer, eu tenho quase a certeza que a marca levava um hífen! Ou que o Senhor do Monopólio tinha um monóculo mas a verdade é que nunca teve? Pois é, mas isto tem tudo uma explicação, ou melhor, uma teoria.
Vigor

O efeito Mandela não está ligado apenas a um indivíduo, mas sim a um conjunto de pessoas; ou seja, dá-se quando várias pessoas diferentes têm uma espécie de memória falsa comum sobre um evento ou objeto. Não é como se eu tivesse deixado o telemóvel em cima da mesa e não está lá, mas sim como eu me lembrar que o Nelson Mandela morreu na prisão e afinal está vivo, pois este segundo ponto é visto por mim e por mais gente.

Nem toda a gente acredita nesta teoria, até porque muitos não se lembram das mudanças relatadas, mas eu faço parte do grupo que fritou a cabeça com estas informações.

Talvez não me esteja a fazer esclarecer, mas uma imagem vale mais do que mil palavras, certo? Então vamos lá! Vou apresentar-vos alguns dos fenómenos mais conhecidos.

Uma das frases mais famosas no mundo do cinema é a frase "Luke, I'm your father." de Star Wars, havendo até imensos memes e vídeos, incluindo uma publicidade qualquer na televisão portuguesa a brincar com a fala; no entanto, se forem ver o filme de novo a personagem diz "No, I'm your father."



Estranho, certo? Eu nunca fui grande fã d'A Guerra da Estrelas e por isso nunca vi o filme, mas até eu sei que "Luke, I'm your father." era a verdadeira fala.

Efeito


Os pontos do Senhor do Monopólio e do Kit-kat (desculpem, mas vou continuar a escrever assim) são bastante semelhantes: o senhor tinha monóculo e o chocolate tinha hífen. Lembrem-se ou não desta pequena mudança, a verdade é que procurem o que procurarem não vão encontrar evidências que provem estes pontos, a não ser pessoas a comentar sobre o assunto como o estou a fazer. Os históricos destas empresas não revelam qualquer mudança a este nível, referindo que o boneco nunca teve monóculo e o chocolate nunca teve hífen, apesar de muita gente ter a certeza que se lembram disso. 
Efeito
Eu tenho uma amiga chamada Catarina, e a certa altura demos nomes de chocolates a todas nós e ela passou a ser a Kit-Kat, pelo nome, e eu lembro-me claramente de escrevermos Kit (hífen) Kat quando falávamos com ela! E o mais estranho é que, e não reparei até dar de caras com o efeito Mandela, começámos a chamá-la de Kitkat de um momento para o outro. Coincidência?

Efeito

Outra pequena mudança, não tão notável, está na conhecida pintura Mona Lisa. É impressão minha ou ela tem um leve sorriso nos lábios? Aquilo não estava ali antes!

Quero também deixar aqui o exemplo de uma passagem do filme Forest Gump. Se já viram o filme sabem que ele conta a sua história de vida a quem quer que seja que se sente a seu lado, e num desses momentos ele diz Mom always said: Life is like a box of chocolates- oh, esperem, na verdade o tempo do verbo está errado, na "nova" versão do filme Forest diz Mom always said: Life was like a box of chocolates. Alguma coisa está errada, não?



Estes foram alguns dos exemplos mais conhecidos, deixo-vos mais numa pequena lista em baixo.


Efeito

A cauda do Pikachu era preta ou sempre foi amarela?

Efeito

Afinal qual é o nome original da série?

Efeito

Curious Geroge, com ou sem cauda?

Efeito
No filme "A Branca De Neve e os Sete Anões" a rainha diz "Magic mirror on the wall" em vez de "Mirror mirror on the wall".


A minha primeira reação quando descobri estas coisas foi insana. O que é isto? O que é que se está a passar? Qual é a explicação para uma coisa destas acontecer? A verdade é que não há uma resposta exata, apenas teorias. Ambas as explicações são bastante "irrealistas" para quem não acredita neste tipo de coisas, mas a verdade é que este assunto em especial fez-me pensar bastante sobre qual seria a resposta certa para isto.

Uma das teorias é a possibilidade de viagem no tempo, referindo que as marcas e/ou filmes foram feitos de uma maneira (que seria a original, a qual as pessoas se lembram inicialmente), mas que alguém voltou atrás no tempo e fez algo que modificou a maneira de ser das coisas - visto que qualquer ato mínimo que façamos pode alterar a linha do destino de qualquer outra pessoa.

A outra teoria é a da existência de realidades paralelas, de modo a que estas realidades se cruzam a certo ponto e aí conseguimos ver estas pequenas diferenças. Há ainda quem diga que estamos constantemente a alternar entre as realidades em que vivemos.

Eu não sei muito bem no que acreditar, só sei que as provas do antes vs agora dão comigo em maluca. Mas então e vocês, no que acreditam?

sábado, 14 de janeiro de 2017

ACMA: TOP 5 APPS Para (Re)começar



Estou de volta, e desta vez prometo não vos maçar com textos sentimentais de como me sinto, até porque vos trago a conhecer o projeto A Cultura Mora Aqui! Este, é um projeto que já conhecia de outros blogs e que procura uma maior diversidade na blogosfera, abordando diferentes temas todos os meses, uma forma mais prática de dar a conhecer aos leitores que há mais para falar em blogs para além de moda e maquilhagem. Sabe mais aqui.

Estamos no início do ano, e não poderia haver melhor tema do que aquele que nos fala de (re)começos, até porque é isso que - acredite-se ou não na lenga-lenga - o ano novo, vida nova pretende transmitir. Por isso mesmo, hoje vou dar-vos a conhecer algumas apps que podem mudar o vosso ano (ou pelo menos o início dele). Não é segredo para ninguém que todos dizemos que, assim que um novo ano começa planeamos mudar a nossa vida, mas a verdade é que isso raramente acontece; no entanto, com alguns dos exemplos de apps que tenho para vos mostrar, vai ser bem mais fácil não quebrar algumas das promessas.

Quantos de nós prometemos que vamos passar a ser saudáveis e a praticar exercício todos os dias? Quantos de nós cumprem com essa promessa? Eu não, ou pelo menos não até agora. No início deste ano fiz uma lista daquilo que pretendia fazer, e rapidamente me pus na internet à procura de respostas, e foi aí que dei de caras com a app 5k Runner. Encontrar esta aplicação foi como um presente caído do céu. Esta app é ideal para quem quer começar a correr, mesmo para aqueles que não praticam exercício físico; 30 minutos por dia, três vezes por semana, durante oito semanas; pode até parecer cansativo, mas o melhor da app é que não se limita a acompanhar as pessoas a correr, pois durante os 30 minutos o passo é alternado entre andar e corrida, para que o atleta se habitue ao exercício mais facilmente. Além disso (e pessoalmente esta é a melhor parte), temos a possibilidade de ouvir música no nosso telemóvel ao mesmo tempo que a app funciona. Esta é uma trial version, que dura apenas duas semanas, mas se gostarem da app podem comprar o acompanhamento para as oito semanas completas por 3,49€.

Como se tem que gastar dinheiro para umas coisas (como na app acima referida), tem que se ganhar noutras, e a Depop é perfeita para isso! Esta funciona como um género de olx mas em todo o mundo, é simples: fotografam o que quer que seja que esteja em boas condições (vende-se maioritariamente peças de roupa, mas também existem muitos livros, maquilhagem, electrónicos, peças de decoração para a casa, etc), colocam na app com o preço de querem e já está! É uma aplicação que eu já usei durante algum tempo, mas confesso que era mais para ver os produtos dos outros do que para vender os meus. Acreditem ou não, vão perder-se nos perfis das pessoas.


Agora, se forem todos tão esquecidos e desorganizados como eu, a próxima app vai ajudar-vos: Reminder, é exatamente aquilo que o seu nome refere; ajuda-vos não só a lembrar aquilo que têm para fazer, como vos diz as horas a que o devem fazer. Eu tinha bastante dificuldade em organizar o meu tempo, mesmo tendo tempo que sobrasse para fazer tudo o que queria, assim que instalei a aplicação e dividi tudo num horário começou a ser tudo muito mais fácil.


Já vos falei aqui do Wattpad, e como sabem, é uma das minhas apps preferidas por isso não poderia ficar de fora deste top 5. Para quem gosta de ler, mas não tem muito dinheiro para comprar livros, esta app (ou website) é perfeita para isso. Com milhões de livro para ler, o Wattpad permite a escritores amadores (como eu ou vocês) publicar os seus próprios trabalhos gratuitamente e dá aos outros a ler, tal como nós também podemos ler qualquer que seja a história que nos agrada. Não é uma app financiada, e por isso os autores não recebem nada, mas é muito bom para quem quer partilhar os seus trabalhos ou começar a fazer algo nesta área.


Para terminar, quero falar-vos da aplicação do Blogger. Por mais estranho que pareça não há muita gente a saber da existência desta app, mas vou dar aqui uma pequena introdução. Para falar a verdade a app não dá para fazer grande coisa para além de escrever publicações, editar ou ver os próprios posts já publicados, mas é claramente aquilo que mais importante é num blog, as publicações. Para visitar qualquer que seja o blog é bastante fácil aceder através do browser, já para publicar - pelo menos eu - no telemóvel é horrível; é nisso que a aplicação ajuda, além de que ainda nos dá a possibilidade de carregar imagens. Confiem em mim, não há melhor sitio para escrever as minhas publicações do que a Blogger, mesmo que não publique através dela.

E pronto, este é o meu top 5 de apps preferidas para melhorar este novo ano de 2017, espero que melhore também o vosso!

Para quem quiser saber mais informações sobre o projeto, ou até mesmo participar, basta enviar e-mail para corsemfim@gmail.com


A Normal Journal - Parte 1





I  don't think I ever thought (or maybe I did, who knows) he would be the one, until a couple years back, I guess. It's just that everytime I see him and he smiles at me or something my heart freaks out and starts beating like I had just seen the man of my life. It's clear that I didn't.

He's not the man of my life, although I wish he was.

It doesn't really matter. At the end of the day it's always nice to meet him.







Criei um Journal já faz algum tempo. Não sei bem porquê, mas vi um daqueles livros "Destrói este Diário" e decidi fazer eu mesma o meu próprio diário - se bem que não funciona tanto como um diário, mais como uma espécie de bloco para quando estou aborrecida, triste, stressada ou zangada; está sempre comigo e é nele que descarrego, portanto é algo mais pessoal e que só faz realmente sentido para mim (maioritariamente).

Estas são três das (poucas) páginas já completas, onde simplesmente me exprimo a mim mesma quando penso que não vale a pena postar no blog ou escrever no meu diário. Pode parecer insano, mas às vezes uns simples rabiscos dizem mais que mil palavras. Os meus com certeza são desse tipo.










segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Filmes e Séries: Teen Wolf

Se há algo que ocupa o meu tempo tanto quanto estudar e ler é, sem margem para dúvidas, ver filmes e séries. É daquelas coisas que realmente me agrada fazer, que me contenta, não só pelo facto de que não tenho realmente que fazer alguma coisa, mas penso que também esteja relacionado com a conecção que há aos livros e à ideia da criação de um mundo ficticio, algo que me leve para longe da realidade durante um espaço de tempo e que me faça imaginar coisas boas, novas e diferentes.

Por isso, hoje estou aqui para vos falar de uma série que tenho acompanhado já faz alguns anos e que rapidamente me viciou nela, tornando-se a minha favorita, não só pela história em si mas também pelo fantástico trabalho feito por todos os atores, equipa de produção, os efeitos especiais, etc. A série que vos vou apresentar é, Teen Wolf!


Teen Wolf, para quem não conhece mas deveria conhecer, é uma série na qual a história se baseia não só em torno da personagem de Tyler Posey, como também de todo o seu grupo de amigos e Beacon Hills, a cidade em que vivem. Para mim, devido à enorme paixão que tenho sobre a série, é-me um pouco difícil falar sobre ela sem fazer spoiler, mas prometo que vou tentar deixar o máximo possível de lado.

A história é iniciada por dois amigos, Scott e Stiles, que vão até à mata da cidade a meio da noite, onde se "perdem" um do outro e Scott acaba por ser mordido pelo que pensa ser um animal. Nos dias seguintes, e após uma data de eventos, Stiles diz acreditar que Scott foi mordido por um lobisomem e que agora se está a tornar num. A série tem, como factor cliché, o amor de Scott com a filha de um homem que à muito caça os da sua espécie; mas não se deixem enganar, pois esta série trata tudo menos o que estamos habituados a ver em séries de lobisomens ou até mesmo vampiros (acho importante dizer, desde já, que estes últimos não aparecem - pelo menos até agora). Apesar da personagem principal ser, claramente, Scott MCcall, a história fala um pouco em geral dos acontecimentos da cidade onde vivem, das pessoas que os rodeiam e, com o passar do tempo, mais personagens se juntam a este grupo que, de alguma forma, tenta sempre salvar toda a gente.

Teen Wolf está atualmente na sexta e última temporada, onde nada poderia ser mais diferente do que se passou na primeira, mas é isso que tanto adoro: o facto de Jeff Davis, o produtor de toda a história, ter uma imaginação tão boa ao ponto de conseguir fazer um trabalho tão fenomenal quanto este; um trabalho que se iniciou em 2011 e que, apesar de não terem sido criadas grandes expectativas, foi ganhando um conhecimento internacional como nunca se tinha pensado - o que é possível que tenha sido um pouco devido aos atores, no meu caso, para ser completamente honesta, comecei a ver Teen Wolf simplesmente pela presença do ator mais lindo, fofo, cute e perfeito do mundo Dylan O'brien, mas não consegui parar.

Apesar do romance estar claramente na série, o que esta mais retrata é, no fundo, a amizade e aquilo que estamos dispostos a fazer para ajudar aqueles de quem realmente gostamos, e penso que é isso que me faz gostar tantos desta série sobrenatural, o facto das personagens principais terem realmente um bom coração e quererem ver todas as pessoas bem.

Queria dizer-vos muito mais, contar-vos a história da primeira temporada, da segunda, da terceira (a minha favorita), da quarta, quinta (com o Cody Christian, de Pretty Little Liars!), da sexta (que ainda nem sequer terminou), mas odeio que me façam spoiler por isso também não vou fazer. Aconselho apenas a quem nunca viu que passe num site na internet, ou num programa que tenha na televisão, e que experimente a ver a série, garanto-vos que vão gostar!

Deixo-vos aqui com mais algumas informações atuais:

Teen Wolf (2011-/) por Jeff Davis, MTV


Tyler Posey interpreta Scott MCall, a personagem principal. Vive sozinho com a mãe, que é enfermeira, e tem o seu melhor amigo de longa data, Stiles Stilinski.


Stiles Stilinski é representado por Dylan O'brien e, digamos, é o cérebro da série. Vive sozinho com o seu pai (maioritariamente, exceção à temporada seis), e é bastantes trapalhão, apesar do jeito que tem para resolver casos misteriosos.


Lydia Martin, ou Holland Roden,é também ela uma das personagens mais importantes de toda a história. Apesar de parecer uma personagem um pouco secundária no inicio, o papel de Lydia acaba por ser crucial para os desenvolvimentos que vão suceder.

E pronto, deixo-vos aqui tudo o que se pode dizer! Mas então e vocês, que séries vêem? Teen Wolf está na lista? Se sim, digam-me qual a vossa temporada e personagem preferida!